Mal de altura (AMS) ou Enjoo – O que fazer?


Mal de altura (AMS) ou Soroche – O que fazer?

Mal de altura, que também é conhecido como mal agudo de montanha (AMS – Acute Mountain Sickness) ou soroche, é um mal causado onde a pressão do ar é baixa e quando a pessoa não faz aclimatação prévia (processo de exposição gradual) se ocorre será em altitudes acima dos 8.000 pés (2500 metros). Os sintomas mais graves ocorrem geralmente em alturas superiores a 3600 metros (12.000 pés).

    Mal de Altura ou Enjoo - O que fazer em caso de AMS

    O que fazer em caso de Mal de Altura ou Enjoo?

O que fazer em caso de mal de altura?

Sempre que você estiver em altura há coisas importantes que você deve ter em conta:

Ter uma subida gradual, tempo para se adaptar, 2 dias de descanso chegando em Cusco (3.400 m.s.n.m) e alguém que possa reconhecer os primeiros sintomas. Todos esses requisitos são características importantes desta caminhada, se você quer fazer a Trilha Inca é possível que você sinta estes efeitos conhecido como “mal de altura” ou enjoo.

Nosso conselho é que você durma, tome bastante líquido ou também considere o chá de coca como uma ajuda importante nestes casos. Os porteiros costumam mascar folhas de coca (ótima para quem vai fazer a trilha inca) envolvidas com uma resina negra chamada “llipta”, isto ajuda quando você está caminhando e ativo, (sobretudo no segundo dia de caminhada), isso pode ajudar já que dilata os vasos sanguíneos e distribui o oxigênio para as partes do corpo que mais necessitam.

Ante tudo, o mais importante é manter a calma, o fator psicológico é substancial para o desaparecimento dos sintomas. Muitos viajantes quando chegam em Cusco não descansam para se aclimatarem e rapidamente querem ir à Machu Picchu, e se assustam com as primeiras manifestações, também alguns se antecipam com ansiedade sobre os sintomas por haverem escutado sobre experiências desagradáveis de outros turistas.

Cada pessoa tem uma reação própria ao soroche e ninguém pode saber com antecipação como se sentirá nas alturas, se vai ou não apresentar os sintomas.

Os sintomas do mal de altura agudo (ams) ou enjoo são:

  • Dores de cabeça.

  • Náuseas.

  • Vômitos.

  • Tontura.

  • Letargia.

  • Insônia.

  • Perda de apetite.

  • *todos esses sintomas são comuns, não deve ser uma grande preocupação.

    Quando se manifestam os sintomas do mal de altura ou enjoo?

    Poucas pessoas são afetadas em alturas menores a 3.000 metros m.s.n.m, os sintomas podem aparecer rapidamente em menos de uma hora no momento de chegar. Chegando à cusco (3.400 m.s.n.m) você pode sentir o soroche depois de algumas horas, solo em alguns casos você pode sentir os primeiros efeitos dois ou três dias depois de chegar.

    O que fazer se os sintomas aparecem?

    Descer a uma altitude mais baixa, é provavelmente o melhor que você pode fazer se apresenta os sintomas. Se o indivíduo com sintomas moderados permanece a esta altitude mais baixa durante dois dias, seu corpo já estará aclimatado e logo poderá iniciar a subida de novo, em todo caso é muito importante:

  • Manter-se perfeitamente hidratado consumindo pelo menos 2 litros de água diariamente.

  • Evitar esforços no primeiro dia.

  • Comer moderadamente dando preferência aos carboidratos como pão, cereais, massas, arroz, batatas, feijão, lentilhas.

  • O consumo de açúcar é recomendável, as balas são eficientes.

  • Evite o uso de tranquilizantes ou soníferos.

  • Considere também estas dicas:

    Puro oxigênio: dando oxigênio puro a uma pessoa com graves problemas respiratórios causados pelo mal de altura pode ser útil.

    Planta de coca:  isso é um remédio popular para o mal de altura no peru e bolívia se prepara um chá da folha de coca.

    Chá de munha: este chá é muito eficiente para todos os transtornos digestivos. Os guias locais costumam esfregar em suas mãos uns raminhos de munha e também inalam para aliviar as tonturas.

    Medicamentos: algumas pessoas usam tylenol (paracetamol), ibuprofeno para a dor de cabeça ou também alti vital (composto de plantas naturais que reúne coca, munha, guaraná e gengibre), outras pessoas usam diamox (corrige o desiquilíbrio químico no sangue causado pelo mal de altura, assim como a aceleração da taxa de respiração do paciente)

    *Não use medicamentos sem prescrição médica.

    Quais são os fatores de risco de mal de altura?

    Há vários fatores que aumentam o risco de contrair mal de altura:

  • Sua composição genética.

  • Uma história de anterior mal de altura.

  • Residência a uma altitude abaixo dos 3000 pés.

  • Obesidade.

  • Infecção respiratória atual.

  • Rapidez na subida.

  • Excesso de exercício no primeiro ou segundo dia em altitude.

  • Álcool na primeira noite em altura.

  • Você tem um familiar ou amigo que teve mal de altura?

  • Se você teve mal de altura no passado, pode estar em risco de consegui-lo de novo, já que há um componente genérico significativo para o mal de altura. Geralmente as pessoas são suscetíveis ou resistentes ao mal de altura e isso é geralmente produzido em múltiplas viagens de grande altura, se a velocidade de subida é igual, mas como sempre há exceções. Depois de haver estado em altura sem problemas não se deve ter excessiva sensação de otimismo e pensar que isso nunca vai acontecer no futuro. Apesar de que você teve mal de altura no passado, você pode voltar com segurança a altitude sem ficar com mal de altura de novo e seguir as pautas recomendadas.

    “Considerando estas informações, desejamos que você aproveite ao máximo sua viagem ao Peru”.