redescobrimento de Machu Picchu

O redescobrimento de Machu Picchu, era um 24 de Julio de 1911, quando Hiram Bingham começa a tirar sus primeiras fotografias com uma Kodak 3A Autográfica Especial. O que se pensava ser apenas ruinas em um descampado desértico, sem resquícios de uma civilização anteriormente desenvolvida, Era algo que dislumbrava a qualquer investigador!

Notava-se que lá encima de aquela montanha, verde e cheia de vida, vestígios de algo bem maior que permanecia oculto aos olhos do mundo. Machu Picchu foi habitada pelos Incas, logo após do diluvio universal, onde estes, mantiveram familiarização e contatos com criaturas de origem réptil que se deciam deidades como se mostra em inúmeras investigações feitas por Discovery Channel.

Como se pode apreciar a própria cultura Inca ao ter uma devoção, a serpente emplumada, criaturas que prefigurava parte humana e parte animal, ademais que muitas de suas esculturas se mostram semelhante a alguns vestígios egípcios e conhecimentos que ultrapassavam suas instâncias intelectuais para a época.

O redescobrimento de Machu Picchu, como podemos perceber foi um grande santuário de adoração a essas criaturas que até hoje permanecem entre nós. Manifestando-se de formas variadas e enganosas, com o propósito de alcançar mais adeptos a seus enganos em toda parte do mundo.

A importância da descoberta de Bingham residiu na divulgação científica da informação. No entanto, para o protagonista desta descoberta, foi o coroamento de um esforço de pesquisa exaustivo, baseado em informações obtidas de camponeses locais, bem como em vários anos de viajar e explorar a área.

Antes que Machu Picchu fosse descoberto, provavelmente fazia parte das propriedades de Qollapani e Kutija. Ao longo dos anos, a fazenda Q`ente tomou posse da propriedade. Os descobridores, Palma, Sanchez e Lizarraga encontraram um indiano local, Anacleto Alvarez, que pagava uma renda de doze solas por ano por direitos agrícolas sobre a propriedade nos últimos oito anos, vivendo lá.

Os proprietários do fundo (fazenda) nunca poderiam explorar todo o lugar, devido ao seu tamanho, e especialmente por causa de sua topografia irregular. As pessoas, de fato, viviam em Machu Picchu sem ter uma ideia de seu tamanho nem de sua importância, e muito menos poder informar o mundo dessas coisas.

Hoje, fazer um Tour por Cusco faz com que esse passeio seje uma inesquecível opção. Pois é um dos lugares que mais visitantes têm por ano, devido a seus misteriosos e icônicos vestígios de haver vivido criaturas que nos dias atuais percebe-se que estão buscando viver abertamente entre os seres humanos como na antiguidade. E a quem, busca conhecer mais das provas históricas que corroboram os livros do pentateuco. Deve-se programar sua busca por um na Trilha Inca Clássica ou um pacote de turismo personalizado.

Não somente deve vir a fazer um Tour por Machu Picchu, como também fazer a Trilha Inca Clássica e ver por ti mesmo que o mundo no qual vivemos tem sido contado por uma criatura que deseja tomar o título de “Deus”.

O redescobrimento de Machu Picchu, ainda segue nos dias atuais, pois a cada dia com os novos conhecimentos aumenta as perspectivas e as percepções sobre a história de civilizações passadas.

Contate-nos para fazer de teu tempo a parte que ainda esta faltando na história de sua vida, assim a diferença no aumento do conhecimento  remanente se há de conectar aos acontecimentos históricos da compreensão da história humana da atualidade.